Respirante em ebulição.

Luiza Sarmento, Brazil

8.5.11

`As voltas com Saturno.

Quando Saturno despontou

Me encarei, olho no olho

No espelho. Percebi:

Passei a vida

Tateando imagem refletida.


Quando Saturno retornou:

Iludida, pasma,

Sem tocar a mim mesma,

Perguntei:

Quem eu sou?

Onde estou?

Onde andei?


Súbito

O vento mudou,

A terra tremeu,

O céu escureceu

Um tsunami me lambeu!


Quando Saturno me atropelou,

Me toquei:

Levante-se só!

Desejo é o que te move!

E foi assim que minha história começou:

Mirando o espelho,

Olho no olho,

Me repari aos vinte e nove.

3 comentários:

Evaristo Calixto disse...

Olá, Luiza!

Uma percepção poética a propósito dos 29 anos, idade em que a astrologia pontua que ocorre o "retorno de Saturno" ao ponto inicial em que se encontrava em nosso mapa natal. Esse retorno siginifica um ganho de maturidade, de acordo com a simbologia.

Belo poema, Luiza, com a força e criatividade típicas suas.

Temos a mesma idade, porém não estou percebendo esse "up" no amadurecimento agora. Comigo aconteceu há uns 5 anos. A gente se torna mais estável internamente, já consegue dirigir melhor o entendimento para além das aparências, a enxergar a trivialidade que se esconde naquilo que consideramos tão importantes.

Não quer dizer que obtemos todas as respostas que procuramos, mas é possível identificar se a maneira de buscá-las está mais ou menos afinada com a Verdade. Parece pouco, mas na prática ajuda a se concentrar no que é mais importante, e a ter coragem de deixar algumas trivialidades de lado.

Admiro muito seus talentos! Beijos.

Evaristo Calixto disse...

Você expressa a chegada da maturidade de uma forma bem peculiar. A idade dos 29 é cabalística segundo certas linhas de pensamento, e é um momento em que se fica desarvorado em si mesmo. Se "reparir" é abraçar a nova porção de seu eu que emerge ao mundo, de coração aberto. Gostei muito!

Vânderson Godoi disse...

"e aos vinte e nove com o retorno de saturno
decidi começar a viver..."

bom "retorno" para você.

Paz e Luz.