Respirante em ebulição.

Luiza Sarmento, Brazil

14.4.08

Lulu Carbono Zero



Bem... Vou contar para vocês uma história que aconteceu comigo, e que acho fantástica! Estão preparados? Aí vai: Um Ipê veio até mim! Isso mesmo a árvore! Mas antes que vocês comecem a achar que eu me entorpeci, fiquei doidona, vou explicar.
No dia 31 de dezembro, resolvi fazer uma promessa diferente. Determinei ao universo, que para cada presente que eu conquistasse em 2008, eu iria retribuí-lo, com uma árvore. No dia 8 de março, uma semana antes da primeira grande concretização do ano, fui almoçar com minha amiga emVargem Grande, num restaurante natural, no meio do mato.
Sentamos para almoçar, e enquanto esperávamos, comentei com ela que já havia arrumado o primeiro local, para plantar a primeira árvore - É importante lembrar, que mais do que plantar é preciso cultivar, e para isso deve existir alguém por perto (de confiança) para acompanhar o seu crescimento. Enfim, já havia escolhido a espécie a ser plantada no sítio de um amigo em Teresópolis.
O papo continuou até que um senhor passou por nós carregando três mudas. Espantadíssimas perguntamos a ele de quê era a muda, e para nossa surpresa era exatamente a que eu queria, ele então nos ofereceu duas delas. Não acreditei... Ou melhor, acreditei que nada é coincidência ou gratuito, eu havia entendido a mensagem, e na semana seguinte, logo após a concretização do meu primeiro presente, cumpri com minha a minha parte no trato.
Achei essa história tão fantástica, que resolvi dividi-la com vocês, se quiserem conhecer Glorinha, meu Ipê Roxo, visitem meu álbum de fotos no orkut.

6 comentários:

Luiza Sarmento disse...

Olha ela aqui!

http://www.orkut.com/Album.aspx?uid=6846495834840536591&aid=1208170684

maker disse...

Nada se encontra sem significado neste mundo. O mundo é cósmico,mas não é um caos. Podemos ser incapazes de entendê-lo, o que é diferente -uma vez que só conhecemos os seus fragmentos e não conhecemos a totalidade.
vou deixar vc com sua busca, sua procura, a minha acabou qd te encontrei, meu ciclo de compreensão terminou, sei que está bem está no caminho.
Seria coincidência vivermos nesse
final de era quando estivemos no início ha´44 milhões de anos?

Observe o mar, estão ali milhões de ondas, mas, nas suas profundezas, o mar permanece calmo e quieto, profundamente em meditação. A perturbação acontece somente na superfície, apenas na superfície onde o mar encontra o mundo exterior, os ventos. Senão, ele sempre permaneceria o mesmo, nenhuma ondulação, nada mudaria.

o mesmo acontece com vc, só existe perturbação na superfície onde vc encontra os outros, ansiedade, raiva, apego, avidez, luxúria... Só na superfície onde os ventos sopram e te tocam. Qualquer chance de mudança vem de dentro e vc sabe disso.
chegamos aqui como uma folha em branco, e o que quer que seja escrito em vc , vem dos outros; assim, a menos que volte a ser uma folha em branco novamente não saberá o que é a natureza, não saberá o que é o Tao.
Um grande gostoso e carinhoso abraço

Daniel Barros disse...

[hehehhehee]

Que bacana.
Espero que todas as promessas se realizem,e que você ainda plante muitas árvores por aí.

[Sexta feira ouvi seu programa na rádio pela primeira vez. Hoje ouvi de novo e gostei bastante. Acompanho seu trabalho há um tempo, mas na rádio ainda é 'meio novo' pra mim.rs
Mas vou tentar escutar sempre. Seus comentários lá são excelentes]

Bj Grande.

Luiza Sarmento disse...

Quem estiver a fim de me ajudar a fazer a família de Glorinha crescer, e retribuir ao universo seus presentes, pode acessar o link do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (http://www.jbrj.gov.br/pesquisa/horto/mudas.htm) ,Escolher a sua mudinha, e ir lá buscá-la. Os preços variam de 2,00 à 8,00 reais, dependendo da espécie.

Em tempo: Lembro-os que no próximo dia 22 de abril, é o dia da Terra. Aproveite o feriado prolongado, pra ganhar créditos de carbono!

Beijos à todos e obrigada pelo carinho de sempre!

mvbelshoff disse...

ah, se o mundo tivesse mais inciativas como essa...! fica aí uma belíssima sugestão para os adeptos de promessas.

maria disse...

adorei a história, lu!!!

q lindo né não???

bjocas! qnd nos vemos?
beta.