Respirante em ebulição.

Luiza Sarmento, Brazil

4.4.08

Pergunta de Lenine


O Que É Bonito?

O que é bonito
É o que persegue o infinito
Mas eu não sou
Eu não sou, não...
Eu gosto é do inacabado
O imperfeito, o estragado que dançou
O que dançou...
Eu quero mais erosão
Menos granito
Namorar o zero e o não
Escrever tudo o que desprezo
E desprezar tudo o que acredito
Eu não quero a gravação, não
Eu quero o grito
Que a gente vai, a gente vai
E fica a obra
Mas eu persigo o que falta
Não o que sobra
Eu quero tudo
Que dá e passa
Quero tudo que se despe
Se despede e despedaça

O que é bonito...




12 comentários:

Luiza Sarmento disse...

Uma pergunta por outra. Essa de Chico (Buarque):

Serei eu, meramente mais um personagem efemero da sua trama?

Marcelo disse...

sim, será mais uma, mais outra e outra... so revelando essas personagens é que conhecerei a verdadeira atriz. a minha peça foi escrita para descobrir você. por quanto tempo? até as luzes se apagarem.

maker disse...

existe compreensão demais em nossas vidas. não podemos viver desse jeito, como se estivessemos numa trama; do contrário, você perceberia que está sem sentido, seria tomada por uma profunda ansiedade e a angústia invadiria seu ser.
mas a vida dos intuitivos, aqueles que percebem sua intuição, é especial ela está fora do alcance da ilusão.
conhece a musica flor de liz?
djavan teve uma mulher chamada maria, os dois teriam uma filha que se
chamaria margarida, mas sua mulher teve um problema na hora do parto
e ele teria que optar por sua mulher ou por sua filha, e ele pediu ao
médico que fizesse tudo que pudesse para salvar as duas, mas o destino
foi duro e a mulher e a filha faleceram no parto.

Agora é possivel olhar a letra da música sôbre um outro ponto de
vista,o do djavan para o mundo, transformando a sua dor em arte.

'Valei-me, Deus! É o fim do nosso amor
Perdoa,por favor, eu sei que o erro aconteceu.
Mas não sei o que fez, tudo mudar de vez.
Onde foi que eu errei?
Eu só sei que amei,que amei, que amei, que amei.

Será talvez que a minha ilusão, foi dar meu coração,
com toda força,pra essa moça me fazer feliz,
e o destino não quis, me ver como raiz de uma flôr de liz.
E foi assim que eu vi nosso amor na poeira, poeira.
Morto na beleza fria de Maria.

E o meu jardim da vida ressecou,morreu.
Do pé que brotou Maria, nem Margarida nasceu.
E o meu jardim da vida ressecou, morreu.
Do pé que brotou Maria,nem Margarida nasceu

Vinícius disse...

Há a desnessidade de explicar.
No pleno entedimento do silêncio.
Porque és a mulher que seria
se tivesse nascido em teu lugar.

telescopionegro disse...

oi LUIZA,pretendo postar algo do seu blog em http://telescopio.vze.com
em,nossa AGENDA,que tem muita poesia,helo pinheiro,bandas de rock,cinema,teatro etc...abçs

maker disse...

através da aceitação, uma pessoa nasce renovada, o morto é ressuscitado. Isso é um renascimento. ... Quando você renasce, tudo renasce com você: as árvores serão as mesmas e, contudo, não serão as mesmas; os montes serão os mesmos e, contudo, não serão os mesmos - porque você mudou. Você é o centro do seu mundo, e, quando o centro muda, a periferia tem de seguir, porque o mundo é apenas uma sombra ao seu redor

Adão Flehr disse...

Luiza,

Ainda ano século passado (2000), estava procurando novidades em uma loja de música em Copacabana.
Aceitei da vendedora, com alguma desconfiança, a indicação de "Na pressão" do Lenine...
Desde então, ele é um dos meus favoritos, pela poesia e musicalidade de sua obra!

Parabéns pelo seu blog, de mt bom gosto! Se puder, clica no meu link e visita o meu!
Abs

Manu Sarmento disse...

Lu, vim matar as saudades de você.
Porque você é linda vista, ouvida e lida.
Seu blog é um maná.
E não só para Manu.
Beijos e Saudades!

Wireless disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Wireless, I hope you enjoy. The address is http://wireless-brasil.blogspot.com. A hug.

Marlos. "Sô carioca, pô" disse...

Olá, meu nome é Marlos e seu ouvinte na Paradiso (na verdade sou seu "ouvinte" desde a TVE) e achei seu blog ótimo. Depois se puder dê uma passadinha no meu blog... ficarei honradíssimo.
Um beijo

Iztvan disse...

De passagem.

Big hug!

Iztvàn

Luana Marinho disse...

Independente da forma,do estilo,
o que mais importa em um poema
é a emoção e a sinceridade.
Adoro esses poemas-canções por isso, se mostram verdadeiros, além de serem simples e "imperfeitamente" Belos!
Eis aí um exemplo!